Como a tecnologia está ajudando mulheres na hora de se vestir

A tecnologia é uma realidade nas nossas vidas e na vida de pessoas em todo o mundo. Nada, hoje em dia, escapa ao mundo digital que anda conosco para todos os lugares, nos smartphones que viraram extensões do nosso corpo.

Podemos fazer de tudo com alguns cliques, enquanto estamos no metrô de volta para casa; você pode estar lendo este artigo enquanto espera o seu pedido de almoço que pediu em um aplicativo.

E na Moda não poderia ser diferente; aliás, é um dos setores que mais crescem no comércio online. É possível conhecer a novidade lançada ontem na Europa ou comprar em poucos cliques.

Vamos falar de como a tecnologia está ajudando mulheres na hora de se vestir. E as possibilidades são muitas.

Mercado online de moda: um setor que só cresce no Brasil

Os números de Moda e Acessórios são um dos mais impressionantes no comércio eletrônico brasileiro.

O setor é um dos dez maiores do varejo como um todo (negócios virtuais e físicos) e o e-commerce cresceu no primeiro trimestre de 2018, em relação a 2017:

  • 120% em faturamento bruto
  • 149% em número de novas lojas online

Isto em muito se deve ao desejo das mulheres de conhecer mais produtos e de forma mais rápida, o que só é possível através da internet, poupando tempo de deslocamento até as lojas – e dependente da oferta de comércio físico, que varia muito de cidade para cidade.

Ao mesmo tempo que pesquisam notícias nos sites especializados em Moda, podem consumir nas maiores lojas do Brasil e no mundo, também encontram este grande mercado digital vendendo roupas e acessórios de todos os estilos, incluindo as mais recentes tendências.

Plus Size é um destaque no e-commerce de Moda

Depois de muitos anos sendo oferecida em lojas de padrão de qualidade menor, com pouca modernidade e sem preocupação com o que as mulheres querem vestir, o setor de moda Plus Size se transformou.

Surgiram os desfiles, as propagandas, a presença das mulheres nas mídias e o comércio online em diversas lojas e o melhor: moda antenada com o que todas as mulheres querem usar.

Marketplace de Moda: o espaço mais democrático

Podemos chamar de marketplace as plataformas onde as consumidoras acham de tudo, e tanto artigos novos quanto usados.

A crise econômica e a vontade de renovar o guarda-roupa sem aumenta-lo eternamente levaram milhões de mulheres a vender artigos em excelente estado – e grande parte deles novos, frutos das compras por impulso.

Por outro lado, outro público quer consumir mais Moda a preços melhores. É uma variedade cada vez maior de itens e estilos, e o bolso sofre muito para comprar peças novas, mesmo pesquisando muito.

É um espaço democrático, onde tudo pode ser oferecido, a ótimos preços.

Aplicativos de Moda: muita agilidade e conforto para se vestir

Os aplicativos de Moda surgem na velocidade que eles prometem para usarmos – e cumprem na grande maioria.

A grande vantagem é não precisar acessar o navegador, digitar link e esperar que a versão mobile seja tão boa quanto a web (usada em computadores); os aplicativos são pequenos programas instalados no smartphone que se comunicam com o e-commerce da marca.

O acesso é com usuário e senha cadastrados. Com um layout bonito e prático para usar, a marca se aproxima ainda mais das clientes, criando a sensação de personalização.

Remarketing: recurso inteligente que alavanca vendas na Moda

O remarketing é um recurso do e-commerce onde um usuário recebe anúncios ou chamadas nos sites onde navegar ou nas redes sociais de produtos que ele pesquisou em lojas online e não concretizou a compra.

Por exemplo, se uma usuária se interessa por um vestido na loja online A mas não compra. Se a loja investe em remarketing, a usuária receberá pequenas inserções de anúncios em outro sites e no Facebook, por exemplo.

Desta forma, ela é lembrada da intenção, o que aumenta as chances de retornar ao site e fazer a compra.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *