Compras Online x Compras Loja Física – vamos analisar?

O comércio eletrônico é uma realidade e estará cada vez mais presente nas nossas vidas e em todos os aspectos – hoje em dia podemos comprar de livros a eletrodomésticos, de roupas a automóveis.

Sabemos que todo negócio, para ser bem sucedido no mercado, incluindo no próprio mundo físico, precisa investir digitalmente, se tornar visível para milhões (ou bilhões) de pessoas, das quais muitas vão às lojas, mas todas estão conectadas e sendo estimuladas ao consumo através do mundo digital.

Dizer que o comércio físico está morrendo ou que o comércio digital vai abraçar todos os negócios são duas inverdades. Estes mundos se complementam e muitas empresas podem dar meia-volta e andar na direção oposta – quem poderia imaginar um e-commerce decidindo abrir lojas?

Pois isto ocorre hoje em dia, e são empresas que extraem o melhor das duas experiências.

Vamos falar um pouco das características de cada modelo e o quanto podemos, como consumidores ou empreendedores, unir os pontos positivos e avançar.

Diversidade e Facilidade de Pesquisa

Sem dúvida as compras online são muito mais favorecidas. Hoje temos milhares de lojas que nasceram online e as marcas que migraram ou abriram braços digitais para expandir. Em poucos minutos, podemos pesquisar várias lojas e até comparar preços previamente.

No comércio físico, temos que nos concentrar nos shopping centers, com os preços regulados e muitos deles nichados, o que dificulta ainda mais uma pesquisa.

Contato com os Produtos

O comércio físico leva uma grande vantagem e é provável que isto permaneça, por mais digitais que os produtos se tornem – mas são apenas para serem vistos em canais com custos menores de atendimento e vendas.

Se nos eletrodomésticos e eletrônicos, é possível comprar online sem tocar, muitas vezes ainda queremos ver os produtos de perto e namorar o design, principalmente nos artigos de luxo.

E quando falamos de roupas, devemos destacar os investimentos das lojas online em dar mais informação de qualidade para a tomada de decisão digital, principalmente com fotos de alta resolução e vídeos.

Praticidade

Este é o carro-chefe do comércio eletrônico desde sempre – os preços mais baixos seduziram por muito tempo, mas não é mais uma regra.

Poder comprar clicando em uma tela e esperar pela mercadoria em casa é um dos maiores avanços na relação de dos negócios com os consumidores. E muitos nichos até investem mistura moderno-retrô: comprar online e ir buscar na loja.

É uma ótima forma de deixar o cliente decidir se quer pagar pelo frete – às vezes tudo que ele precisa é confirmar a compra e buscar é o menor dos problemas. E por quê confirmar a compra? Pelos itens que virão a seguir.

Preços

A máxima de que na internet é mais barato continua reinando, em que pese não ser uma regra absoluta. Mas ainda encontramos opções melhores para quase todos os produtos.

As empresas físicas investiram muito no braço digital, e outras que nasceram digitais por conta do baixo investimento em estrutura e pessoal para administrar um e-commerce. Isto se reflete nos preços praticados online, que viram um atrativo para o aumento das vendas, gerando um ciclo.

As despesas operacionais, de pessoal, segurança, aluguel em shopping ou galerias e propaganda para lojas físicas pesam muito nos preços finais delas.

Formas de Pagamento

Este é um aspecto que evolui em alta velocidade no e-commerce. Novas formas de pagamento, e cada vez mais investidas em segurança, surgem, dando um leque de opções muito maior do que o comércio físico consegue atender.

Até mesmo as formas mais tradicionais como os boletos e transferências são aceitos e podem ser administrados rapidamente pelo internet banking.

A única forma de pagamento que o e-commerce ainda não consegue atender são os cheques. Apesar do volume deles cair gradativamente, ainda existirem principalmente no Brasil onde boa parte da população tem acesso ao cheque-salário mas não ao crédito via cartões ou acesso eletrônico.

Este é um aspecto onde o comércio físico tem vantagem: muitas pessoas não têm acesso à internet e portanto dependem das compras físicas.

 

Para as compras em lojas online recomendamos a Outlet Replay, veja e faça suas comparações.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *