5 passos para criar um e-commerce de produtos importados ainda esse mês!

Hoje em dia são inúmeras as possibilidades de ter um negócio próprio e bem sucedido no mercado digital. Milhões – ou até bilhões – de consumidores, trafegando em redes sociais ou pesquisando vários sites à procura de produtos tecnologicamente melhores, que sejam uma grande novidade e – o principal – que tenham ótimos preços.

E em um segmento é possível unir estes desejos ao mesmo tempo e atender muitos clientes: o comércio de artigos importados.

Apesar do grande crescimento da indústria há alguns anos, com a instalação de grandes marcas em todos os produtos, seus produtos, na maioria das vezes, são feitos de componentes ou matérias-primas importados, e a variação do dólar sempre influenciará os seus preços finais.

Então, seguirão um caminho: ou aumentar os preços ou parar de produzir.

Vender artigos importados pode ser uma excelente alternativa de negócio!

Mesmo estando também sujeito à variação constante do dólar, ainda é muito vantajoso comprar um item importado.

Quem compra produtos importados para consumir paga apenas pelo produto e pelo frete, porém não tem o tempo e a experiência para ter os devidos cuidados e tirar o maior proveito destas transações.

E para quem quer ter um negócio, o e-commerce de artigos importados pode ser altamente lucrativo.

Você pode vender versões mais modernas de produtos tecnológicos, novidades em moda e beleza e itens exclusivos em muitos nichos, com a vantagem de pesquisar em diversos fornecedores e conseguir os melhores preços.

Um e-commerce de artigos importados exige um investimento muito menor que as grandes e médias redes de varejo e até mesmo as lojas de marca, pode ser conduzido em home office, com poucas despesas e até mesmo sem estoque.

Mas como começar o lucrativo e-commerce de artigos importados?

Algumas ações são fundamentais e ajudam muito a começar este negócio da melhora forma e ser bem sucedido. São simples e você pode criar o seu negócio ainda este mês.

Passo 1 – Qual será o nicho do seu e-commerce de artigos importados?

São muitas possibilidades de ganhos com um universo grande de produtos – eletrônicos, roupas, cosméticos, bebidas – então é preciso definir onde você vai atuar. É o momento onde o foco fará toda a diferença.

Diversificar exige ter muitos cuidados para cada tipo de mercadoria, públicos-alvo, trabalho de venda, custo e expectativas de margens diferentes. Atuar desta forma, nos primeiros meses, pode impedir você de ter a profundidade necessária em cada nicho.

Aqui você também estará decidindo pelo tipo de tíquete médio que a sua empresa terá – valores altos com poucas unidades vendidas – como são os eletrônicos, por exemplo – ou maiores quantidades com lucros menores – é o caso dos cosméticos.

Isto influenciará todos os passos seguintes.

Passo 2 – Qual será o seu público-alvo do seu e-commerce de artigos importados?

A partir dos produtos escolhidos, é a hora de definir com quem você vai investir todos os seus esforços, especialmente o investimento digital, para obter o sucesso.

Avalie com muito cuidado:

  • Como será este público – gênero, idade, renda, classe social, hábitos de consumo.
  • Qual a área geográfica que pretende atuar.
  • Que formas de pagamento vai oferecer.

A partir desta definição, é possível estabelecer o ponto fundamental para o negócio: como será a comunicação com ele.

Passo 3 – Como definir os preços no seu e-commerce de artigos importados?

Este é um item crítico quando falamos de aquisições em moeda estrangeira, fretes e possíveis impostos para chegar a um preço que seja competitivo e ao mesmo tempo permite uma margem de lucro esperada.

Pesquisar os preços praticados pelos concorrentes é uma boa forma de começar a precificar seus produtos. E não esquecer de tudo que é custo e despesa na sua operação para compor o preço.

Passo 4 – Quais as estratégias de Marketing Digital do seu e-commerce de artigos importados?

Este é o momento de definir os investimentos no mundo digital para fazer o seu negócio aparecer ao máximo e gerar negócios e vendas.

Um site atraente, que represente o estilo do seu produto e do seu público-alvo, com informações claras e fácil de navegar para a compra é um item tão obrigatório quanto as mercadorias.

Mas não podemos parar nele:

  • Um blog associado, onde você possa divulgar conteúdos e notícias a respeito dos seus produtos e assuntos que sejam relacionados, para criar uma audiência que possa se converter em clientes – ele será a ponte entre os compradores e o site de venda.
  • As redes sociais são aliados fundamentais para um negócio que pode ter a maior visibilidade possível. E sempre usando conteúdo de qualidade para cativar os usuários.

Tudo isto deve estar associado a estratégias de Marketing Digital que inclui pesquisas, definição de perfis de consumidores, melhores canais para cada perfil e medir o desempenho de cada canal.

Passo 5 – Qual a logística de fornecedores e entrega no seu e-commerce de artigos importados?

É importante ter sempre a pesquisa mais abrangente e atualizada dos possíveis fornecedores para os seus produtos – preços, formas de remessa, prazo de entrega, processo de compra com eles, tudo que pode influenciar na hora de comprar.

As formas de remessa e entrega são fundamentais em um negócio de artigos importados. Você vai vender itens de grande volume? É preciso avaliar fornecedores mais próximos onde a economia no frete possa ser um fator de lucro.

Vai ter estoque físico? Devemos nos informar sobre as exigências legais, se isso pode ser feito em home office, e até mesmo se vale a pena – hoje em dia existe o dropshipping que permite que a mercadoria saia diretamente do fornecedor para o seu cliente, podendo economizar em frete e melhorar o prazo de entrega – itens que podem ser grandes vantagens competitivas.

E uma trading é vantajosa? Pode ser um grande salto de agilidade nos atendimentos. Porém, tem um custo que precisa ser repassado ao preço e se você quer dominar toda a operação do seu negócio, pode ser uma opção quando o negócio precisar mais da sua atenção comercial e estratégica do que operacional.

E como podemos atingir a eficiência em todos esses passos?

Com informação e qualificação de qualidade.

Dentre as muitas opções de conhecimento do assunto, o curso academia do importador vai ajudar você a entender todos os pontos relacionado à importação de produtos para venda.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *